quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Jorge Salavisa pede demissão do Opart



“Jorge Salavisa vai deixar a direcção do Organismo de Produção Artística (Opart), a empresa pública que gere a Companhia Nacional de Bailado (CNB) e o Teatro Nacional de São Carlos, cargo para o qual foi nomeado em Abril. Salavisa começou hoje a informar os seus colaboradores, numa série de reuniões que iniciou de manhã, com os trabalhadores da CNB, e deve prosseguir depois do almoço, com os músicos da Orquestra Sinfónica Portuguesa e a equipa do São Carlos.



Até ao momento, nem Salavisa, que foi director do Ballet Gulbenkian, da CNB e do Teatro Municipal São Luiz, nem o Ministério da Cultura confirmaram o pedido de demissão.

O período em que o director esteve em funções foi marcado pelos cortes orçamentais anunciados pelo Ministério da Cultura, que provocaram uma forte reacção do sector, e pelo projecto de inclusão do Teatro Nacional de São João e do Teatro Nacional D. Maria II no Opart, ainda em curso.”



in PÚBLICO

Sem comentários: