segunda-feira, 14 de abril de 2008

Sabiam que...



... no séc. XIX, era uso do teatro entregar aos assinantes dos camarotes ou aos ocupantes ocasionais, as chaves dos mesmos, que seriam devolvidas no fim da temporada, no caso dos assinantes, e no fim da récita, para os visitantes ocasionais?

Esta chave abria o camarote nº31.

3 comentários:

João Martins Abrantes disse...

Isto é o que dá andar até altas horas da manha a pesquisar sobre o Teatro. Entre livros, sites e blogs encontram-se sempre histórias delirantes!

vinum acre disse...

Cuidado...se reparares no modelo em questão... poem em causa a existência dos A.S's ( pelo menos a este nº) deixava de fazer sentido um A.S's por Ordem ou então iríam-nos indicar outro tipo de tarefas.( do género: estar junto à saida da correspondente Ordem ,com um chaveiro nas mãos para os nossos ilustres visitantes colocarem a sua chave depois de abrirem a porta.... Penso que a importância dos A.S. ao longo do Historial do S.Carlos têm vindo a crescer,já somos nós os guardiões dos templos...(isso é quando as mesmas não se encontram perdidas nos bolsos das fardas das meninas).
Um forte beijinho em algumas bochechas rosadas e um aperto de mão fraterno acompanhado por um não menos estrondoso palmadão nas Costas.
Fui.......

vinum acre disse...

el comandante.....às 3 horas e ainda a pé?????
Aperta com ele Maria.....ele anda folgado!!!!!